Escalada da tocha olímpica ao Everest prossegue apesar da neve

segunda-feira, 5 de maio de 2008 09:57 BRT
 

Por Nick Mulvenney

ACAMPAMENTO BASE DO MONTE EVEREST, China, (Reuters) - O Monte Everest amanheceu nesta segunda-feira relativamente calmo, após dois dias de neve, aumentando a esperança das autoridades chineses de que a tocha olímpica chegará em breve ao cume da montanha mais alta do mundo.

O tempo ruim na semana passada impediu montanhistas chineses de levarem a chama ao topo do Everest, adiando o momento que é considerado pelos organizadores chineses o ponto alto do revezamento da tocha antes dos Jogos de Pequim, em agosto.

A chama que está no Everest não é a mesma que roda o mundo e que chegou à China continental no domingo, para a primeira parte do revezamento interno no país, após uma passagem marcada por manifestações em diferentes cidades do mundo.

A nevasca de dois dias durante o fim de semana foi substituída por um dia ensolarado e de céu azul nesta segunda-feira, e, apesar de a montanha estar bastante branca, não havia sinal visível no cume indicando ventos fortes e perigosos.

"A neve pesada traz dificuldades mas não causa nenhum impacto grande, e nosso projeto continua como planejado", disse Zhang Zhijian, porta-voz da Associação Alpinista Chinesa, em um informe à imprensa.

Os detalhes do projeto continuam secretos, já que os organizadores querem garantir que nada atrapalhe o trecho mais ambicioso do revezamento da tocha, depois dos protestos pró-Tibete em várias partes do mundo.

Apesar de não dar nenhum detalhe específico, Zhang deu uma idéia das condições enfrentadas pelos alpinistas no fim de semana e o que podem esperar na escalada de 8.848 metros.

"Se a neve for mais profunda na montanha, isso cansa muito os alpinistas, porque eles usam muito mais energia", disse ele. "Neve grossa pode causar avalanches em alguns trechos, outra ameaça às vidas dos alpinistas", completou. "Além disso, a névoa segue as tempestades de neve, o que reduz a visibilidade. Os carregadores da tocha podem se perder e isso pode ser fatal."   Continuação...

 
<p>O monte Everest, na regi&atilde;o aut&ocirc;noma do Tibete. fotografado em 5 de maio de 2008. A neve espessa pode prejudicar os alpinistas que levar&atilde;o a tocha ol&iacute;mpica at&eacute; o topo da montanha. Photo by David Gray</p>