Vila Olímpica tem cama especial para Jadel Gregório

terça-feira, 5 de agosto de 2008 11:35 BRT
 

Por Catherine Bremer

PEQUIM (Reuters) - O triplista brasileiro Jadel Gregório, que é bem mais alto que um homem médio, achou que passaria sua primeira noite em Pequim com metade das pernas para fora da cama.

Não foi o que aconteceu. Seus anfitriões chineses, que estão surpreendendo os atletas com tamanha organização, já previram que Jadel, que tem 2,03 metros de altura, não caberia nas camas da Vila Olímpica. Então, construíram uma cama especial para ele, com meio metro a mais.

O chuveiro também foi adaptado. Ele foi colocado o mais alto possível, antes de bater no teto. "Essas pessoas pensam em cada detalhe", disse Jadel à Reuters, depois de terminar seu almoço rico em carboidratos na Vila Olímpica. Surpreendentemente, suas pernas couberam debaixo da mesa.

"Para tomar banho, mais alto; para dormir, maior. Tudo está mais bem organizado neste ano", acrescentou o atleta, que divide seus treinos entre São Paulo e a cidade britânica de Newcastle.

A China está ansiosa para mostrar o planejamento preciso que a transformou de antiquado Estado comunista em superpotência econômica em apenas alguns anos. Apesar disso, a China procura desviar a atenção da questão dos direitos humanos.

Mesmo a mídia internacional mais crítica têm dificuldades para achar defeitos na organização dos Jogos até agora.

O comitê organizador de Pequim preparou apartamentos construídos especialmente para o grupo de cerca de 10 mil atletas que ficarão na vila Olímpica e prestou atenção nos mínimos detalhes -- as mesas ao lado das camas têm até pequenas tochas olímpicas amarelas, uma para cada uma das 16 mil camas.

"É uma luz de emergência, no caso de uma queda de energia", explicou Jinzhi Zhu, responsável pelos apartamentos. "Não havia necessidade, mas queríamos que tudo fosse perfeito".

 
<p>O brasileiro Jadel Gregorio cai ap&oacute;s salto triplo durante competi&ccedil;&atilde;o no Oregon, dia 8 de junho. O triplista brasileiro Jadel Greg&oacute;rio, que &eacute; bem mais alto que um homem m&eacute;dio, achou que passaria sua primeira noite em Pequim com metade das pernas para fora da cama. Photo by Steve Dipaola</p>