Kaká é eleito melhor jogador do ano por seus colegas

sexta-feira, 5 de outubro de 2007 12:24 BRT
 

MILÃO (Reuters) - O centroavante brasileiro Kaká, do Milan, foi eleito na sexta-feira o melhor jogador do mundo em 2007 pela entidade FIFPro, numa escolha em que foi decisiva sua participação na conquista do sétimo troféu europeu do seu time, em maio.

Mais de 45 mil jogadores profissionais de todo o mundo, filiados ao sindicato FIFPro, foram convidados para votar no prêmio, que está em seu terceiro ano.

Kaká, 25 anos, foi o artilheiro da última edição da Liga dos Campeões, com 10 gols, sendo três na semifinal contra o Manchester United.

Alvo de uma frustrada e milionária investida do Real Madrid em meados do ano, Kaká também foi essencial para que o Milan conseguisse terminar a série A em quarto lugar, apesar da perda de 8 pontos devido a um escândalo de manipulação de resultados.

Em julho, ele ficou de fora da seleção brasileira que venceu a Copa América --após pedir dispensa ao técnico Dunga para descansar.

No ano passado, outro brasileiro, Ronaldinho Gaúcho, do Barcelona, já havia sido escolhido o melhor do ano pela FIFPro, pela segunda vez consecutiva.

"Sou humilde em receber tal honra", disse Kaká a repórteres. "Seguir meu bom amigo e um jogador tão bom como Ronaldinho torna esse prêmio muito especial para mim. Ser reconhecido por meus colegas profissionais é incrível".

A FIFPro também anunciou sua seleção com os melhores jogadores da temporada 2006/07:

Gianluigi Buffon (Itália/Juventus); Alessandro Nesta (Itália/AC Milan), Fabio Cannavaro (Itália/Real Madrid), John Terry (Inglaterra/Chelsea), Carles Puyol (Espanha/Barcelona); Steven Gerrard (Inglaterra/Liverpool), Cristiano Ronaldo (Portugal/Manchester United); Kaká (Brasil/AC Milan); Lionel Messi (Argentina/Barcelona), Didier Drogba (Costa do Marfim/Chelsea), Ronaldinho (Brasil/Barcelona).

(Por Mark Meadows)

 
<p>Kak&aacute; comemora gol contra o Celtic em Glasgow. O centroavante brasileiro Kak&aacute;, do Milan, foi eleito o melhor jogador do mundo em 2007 pela entidade FIFPro, numa escolha em que foi decisiva sua participa&ccedil;&atilde;o na conquista do s&eacute;timo trof&eacute;u europeu do seu time, em maio. 3 de outubro. Photo by Nigel Roddis</p>