Nadadores australianos reclamam de novo bloco de largada

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008 12:32 BRST
 

SYDNEY (Reuters) - A Austrália vai reclamar da intenção dos organizadores da Olimpíada de Pequim de utilizar um novo bloco de largada para as provas de natação dos Jogos deste ano.

A responsável oficial pela cronometragem da Olimpíada apresentou um novo bloco com um lugar angulado para colocar o pé de trás, similar ao que é usado nas provas de atletismo.

Os produtores acreditam que a nova plataforma de largada melhore os tempos em até um décimo de segundo.

Entretanto, o treinador australiano Alan Thompson acredita que a utilização dos novos blocos em Pequim seja injusto, porque a maioria dos competidores não terá tempo suficiente para se adaptar à inovação.

"Todo mundo acha que os blocos são uma grande idéia, mas nós não vamos ter nenhum tempo para treinar neles antes da Olimpíada", disse Thompson ao jornal The Australian desta terça-feira.

"Se não estamos prontos para fazer da forma correta antes da Olimpíada, então não vamos nos apressar. Acho que os blocos devem estar mais disponíveis primeiro."

"Precisamos treinar e competir com eles. Enquanto eles não estiverem disponíveis, algumas pessoas ficam em desvantagem."

A empresa criadora da nova plataforma instalou um protótipo do bloco na nona raia da piscina olímpica de Pequim, enquanto a Federação Internacional de Natação (Fina) deve decidir pelo uso ou não do equipamento em um campeonato de piscina curta, em Manchester, no mês de abril

(Reportagem de Julian Linden)