China se agita pelo primeiro ouro, que pode ser do tiro

quinta-feira, 7 de agosto de 2008 00:59 BRT
 

Por Liu Zhen

PEQUIM (Reuters) - Atiradores com medo de enlouquecer com a pressão, comentários nos jornais, notícias de planos secretos -- a China se colocou em total agitação pela conquista da primeira medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Pequim.

Os anfitríões estão quase certos de comemorar o primeiro título no Jogos com a atiradora Du Li, na carabina de ar de 10m. isso porque a experiente Zhao Yinghui enfrenta uma adversária poderosa e pode ser derrotada. A prova acontece na manhã de sábado, em Pequim.

Du Li conquistou a primeira medalha dos jogos de Atenas, mas os técnicos e dirigentes tentam reduzir expectativas, dizendo que a pressão pode afetar a performance dos atiradores.

"Nunca fale sobre a primeira medalha de ouro", disse ao jornal estatal Diário do Povo, terça-feira, Cui Dalin, ministro de esportes da China.

"Quanto mais perto a competição chega, mais frios os atiradores e técnicos devem ficar com relação à medalha de ouro. Eles precisam manter a mente clara e ficar calmos, calmos, calmos."

Du, que pratica tiro competitivamente desde os 12 anos, disse que está gostando da pressão e ansiosa para conquistar o ouro de sua modalidade no tiro olímpico de Pequim.

"É verdade que aqui os nossos atletas estão sob forte pressão, mas, realisticamente, esta pode ser uma chance única na vida", disse a atiradora, agora com 26 anos, em um evento-teste em abril.

"Depois que 2008 acabar, mesmo que você queira sentir essa pressão novamente, não terá outra oportunidade."