Nadal teme que cansaço possa prejudicá-lo na Olimpíada

quarta-feira, 6 de agosto de 2008 23:48 BRT
 

Por Martyn Herman

PEQUIM (Reuters) - Rafael Nadal disse que o cansaço poderá ser seu maior inimigo quando começar no domingo o torneio de tênis da Olimpíada.

O tenista de 22 anos tentará adicionar uma medalha de ouro olímpica às taças de Roland Garros e de Wimbledon que já conquistou este ano. Só espera que ainda "tenha pernas" para isso.

"Estou bem cansado, mas estou bem, considerando tudo", disse Nadal, que tira o posto de primeiro do mundo do suíço Roger Federer no próximo ranking, a ser divulgado no dia 18.

"Só tive uma semana para descansar desde Wimbledon, e antes disso o calendário já tinha sido terrível. Quase não tive folgas. Joguei bem, mas foram muitos jogos. E ainda estou sentindo os efeitos da mudança do fuso horário. Se bem que tenho uns dias para me recuperar. Espero estar pronto e ser capaz de dar meu máximo."

Os outros tenistas espanhóis em Pequim são David Ferrer, Nicolás Almagro e Tommy Robredo, respectivamente números 5, 14 e 22 do mundo. Todos estão na expectativa pela liderança mundial de Nadal, mas ele mesmo diz que essa é a última de suas preocupações.

"É algo pelo qual venho batalhando há anos, mas agora não é hora de comemorar", disse. "A Olimpíada é especial e quero viver esta experiência. Aqui, estou representando meu país e meu objetivo é ganhar uma medalha para ele."