Platini abre Euro 2008 com pedido de respeito a diferenças

sexta-feira, 6 de junho de 2008 15:45 BRT
 

Por Paul Radford

VIENA (Reuters) - Na véspera do início da Eurocopa 2008, o presidente da Uefa, Michel Platini, estimulou jogadores e torcedores a aproveitarem um grande torneio em clima de festa, mas também pediu a todos que mostrem respeito e que evitem maus comportamentos.

O torneio, que começa no sábado com a partida entre Suíça e República Tcheca, na Basiléia, terá duração de três semanas e a participação de 16 países. Organizadores esperam que os países sede, Áustria e Suíça, recebam cinco milhões de visitantes.

Platini, ex-jogador francês que se tornou o comandante da entidade que governa o futebol europeu no ano passado, deu uma otimista entrevista coletiva na Basiléia, marcando o lançamento do primeiro grande torneio de seu mandato na Uefa.

"A festa já vai começar", disse. "Haverá muita risada, muito choro, muita tristeza e muita alegria, e no final haverá um ganhador, o melhor time", afirmou.

"Queremos que os europeus transmitam mensagens de respeito pelos times, pelos hinos nacionais, que respeitem as diferenças e a diversidade das nações."

"Queremos que os jogadores mostrem respeito pelos juízes. O comitê de arbitragem já visitou todos os times para dizer o que será e o que não será tolerado aqui."

"Não tenho grandes preocupações sobre o que acontecerá em campo, os jogadores são adultos, são profissionais. Mas quero dizer, como presidente, que haverá tolerância zero para qualquer problema no campo ou nas arquibancadas".

Enquanto o presidente se dirigia aos cerca de 10.000 profissionais de mídia credenciados para o torneio, técnicos dos quatro times que jogarão no dia da abertura da Euro preparavam e avaliavam a forma física de seus jogadores antes de um torneio que é amplamente considerado sem favoritos claros.

Além do encontro entre Suíça e República Tcheca, Portugal e Turquia também jogarão pelo Grupo A, em Genebra, no sábado.