Australiana diz que doping deixa atletismo "ridículo"

quarta-feira, 6 de agosto de 2008 02:11 BRT
 

Por Julian Linden

PEQUIM (Reuters) - Autoridades australianas alertaram a atleta Tamsyn Lewis a guardar suas opiniões para si mesma e se concentrar em suas provas depois de ela ter criticado os exames antidoping olímpicos.

Lewis, campeã indoor dos 800 metros, afirmou que ficou completamente desiludida com o atletismo por acreditar que seu esporte está permeado de casos de doping.

"Chegou a um ponto em que isso é ridículo e simplesmente injusto com os atletas que estão limpos e chegam lá pelo próprio mérito", disse ela ao Daily Telegraph, de Sydney.

"Não tenho dúvidas de que quando for competir na próxima semana, vou olhar para a esquerda e a direita e saberei que todas as garotas não estão totalmente limpas. Isso é uma desgraça, perdi toda a fé no sistema porque existem muitas atletas que estão driblando as normas".

O atletismo sofreu com uma série de casos de doping nos últimos anos, incluindo a confissão da campeã olímpica de 2000, Marion Jones, de que usou substâncias proibidas durante anos, apesar de nunca ter sido pega.

Autoridades do Comitê Olímpico Australiano disseram que compartilham das preocupações de Lewis, mas afirmaram que seria melhor ela se concentrar em suas provas.

"Concordamos com Tamsyn de que é um problema, mas é um problema que o COI está se esforçando para resolver", disse o vice-presidente da entidade, Peter Montgomery, em entrevista à imprensa.

"Acho que a melhor atitude para os atletas aqui é se concentrar em suas performances e deixar o doping para as autoridades apropriadas".