Sérvia demite técnico Clemente e Blokhin deixa seleção ucraniana

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007 15:29 BRST
 

BELGRADO (Reuters) - O técnico Javier Clemente foi demitido da seleção de futebol da Sérvia nesta quinta-feira por não ter conseguido se classificar para a Eurocopa de 2008, anunciou o presidente da Associação de Futebol da Sérvia.

"Os resultados são sempre o termômetro final para avaliar se alguém teve sucesso ou não, e nós tomamos a decisão de não renovar o contrato de Clemente que termina em 31 de dezembro", disse Terzic a repórteres após reunião com seus conselheiros.

"O próprio Clemente disse que não queria continuar a menos que tivesse apoio unânime da federação, da torcida e da imprensa, o que ele não tinha, apesar de apenas poucas pessoas quererem que ele saia."

Terzic prometeu no mês passado apoiar o técnico espanhol de 57 anos, após a Sérvia não ter conseguido se classificar para a Eurocopa do ano que vem na Áustria e Suíça, mas mudou de idéia após receber duras críticas da mídia e da torcida.

O dirigente recusou-se a especular sobre possíveis candidatos, mas a imprensa local citou o ex-técnico do Atlético de Madri Radomir Antic e o treinador do Partizan Belgrado, Miroslav Djukic, como possíveis concorrentes.

Outra seleção que não conseguiu se classificar para a Eurocopa a ficar sem técnico foi a Ucrânia. Oleg Blokhin pediu demissão do cargo nesta quinta-feira.

"Foi uma decisão difícil, não foi fácil", disse o ex-atacante da União Soviética. "Após quatro anos no time, eu estou saindo porque acho que não tenho mais o que somar para a seleção."

Co-sede da Euro de 2012, a Ucrânia não conseguiu classificação para o torneio do ano que vem em um dos grupos mais difíceis das eliminatórias, terminando em quarto lugar atrás de Itália, França e Escócia.

(Reportagem de Zoran Milosavljevic)