Ferguson comemora 21 anos de lealdade ao Manchester United

terça-feira, 6 de novembro de 2007 15:10 BRST
 

Por Mitch Phillips

LONDRES (Reuters) - Alex Ferguson completou 21 anos como técnico do Manchester United nesta terça-feira, dia em que o líder do sindicato dos treinadores da Inglaterra lamentou que outros não tenham a mesma oportunidade que o escocês recebeu no Old Trafford.

Frank Clark, chefe da Associação de Técnicos da Liga Inglesa, disse que o período histórico de Ferguson à frente dos atuais campeões ingleses deveria ser uma lição aos outros clubes.

"Levou um tempo até ele se estabelecer no Manchester United, e isso é uma lição", disse ele sobre Ferguson. "Não tenho certeza se você ficaria aquele período hoje em dia, mas isso apenas prova o valor de dar um pouco mais de tempo ao treinador."

Ferguson assumiu o comando do Manchester das mãos de Ron Atkinson em 6 de novembro de 1986, e poderia facilmente ter se juntado à lista de técnicos de pouca duração por não ter apresentado resultados rapidamente.

Seu primeiro jogo no time foi uma derrota para o Oxford United, e seu time não foi nada além do meio da tabela na primeira liga.

Com a torcida já contra ele, Ferguson diz hoje em dia que seu emprego foi salvo por um gol de Mark Robins num jogo da FA Cup de 1990 contra o Nottingham Forest. O Manchester acabou se sagrando campeão daquele torneio, o primeiro de Ferguson no clube, e no ano seguinte ainda venceu a Recopa Européia.

O escocês levou o time ao primeiro título inglês após 26 anos em 1993, e chegou ao auge com a conquista da Liga dos Campeões em 1999.

Ele planejava se aposentar cinco anos atrás, mas mudou de idéia e continua tão apaixonado como sempre pelos campos de futebol.

Ferguson completa 66 anos no mês que vem, mas disse que não tem planos de se aposentar. "Não penso sobre isso atualmente. Definitivamente não.