FIA adia audiência sobre carro de 2008 da McLaren

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007 13:54 BRST
 

LONDRES (Reuters) - A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) adiou desta sexta-feira para fevereiro a audiência sobre o carro de 2008 da McLaren, que é suspeito de possuir informações baseadas em dados técnicos da Ferrari obtidos através de espionagem.

O adiamento, anunciado pela FIA após reunião em Mônaco, significa que o piloto britânico Lewis Hamilton terá de esperar até um mês antes do início da temporada para saber se seu carro estará liberado para correr.

Se for considerada culpada, a equipe pode ter de começar o campeonato com uma dedução de pontos.

A FIA disse que McLaren, Ferrari e outras equipes seriam convidadas para debater a questão em uma reunião do Conselho Mundial de Automobilismo da federação, em Paris, no dia 14 de fevereiro. O primeiro grande prêmio da temporada será em 16 de março, na Austrália.

A McLaren foi multada em 100 milhões de dólares e excluída do Mundial de Construtores de 2007, em setembro, por ter obtido informações técnicas da Ferrari por meio de espionagem.

A equipe foi avisada à época que seu carro de 2008 passaria por inspeções para garantir que não haveria nenhuma espécie de propriedade intelectual da Ferrari.

(Reportagem de Alan Baldwin)