Tocha olímpica é acesa no topo do Everest

quarta-feira, 7 de maio de 2008 22:49 BRT
 

Por Nick Mulvenney

PEQUIM (Reuters) - A tocha olímpica foi acesa no topo do monte Everest na quinta-feira (horário local), num raro momento de glória em sua turnê mundial marcada por protestos contra a China.

A três meses da abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim, os membros de uma equipe de 31 alpinistas atingiram o cume a 8.848 metros de altitude carregando a chama olímpica em uma lanterna, antes de acender a tocha. O mau tempo adiou a subida por dois dias.

A segurança ao redor da montanha mais alta do mundo, na fronteira da região chinesa do Tibete com o Nepal, foi reforçada pelas autoridades da China, que queriam prevenir protestos que prejudicassem o espetáculo.

Manifestantes contrários à China causaram sérios problemas em vários trechos percorridos pela tocha principal ao redor do mundo, depois dos protestos sangrentos ocorridos em 14 de março em Lhasa, capital do Tibete, e em outras regiões tibetanas da China.

A equipe que subiu o Everest inclui 22 tibetanos, 8 chineses da etnia Han, majoritária no país, e um homem da minoria Tujia. Eles estavam há mais de uma semana preparando uma rota pela face norte da montanha.

Enquanto a etapa final de escalada acontecia, a organização do evento pausou o revezamento da tocha principal, que deve passar pela cidade de Shenzhen, no sul do país, na quinta-feira.

A chama acesa no Everest será unida à principal possivelmente durante a passagem por Lhasa, em meados de junho.

(Reportagem adicional de David Gray e Mark Chisholm).