Phelps lidera poderosa equipe de natação dos EUA para Pequim

segunda-feira, 7 de julho de 2008 17:11 BRT
 

Por Steve Keating

OMAHA (Reuters) - Formada depois de oito dias de competições, a equipe olímpica norte-americana de natação, liderada por Michael Phelps, pode deixar Pequim como o time mais bem-sucedido de sua história.

Com apenas os dois melhores de cada competição conseguindo vagas na equipe olímpica, as seletivas norte-americanas apresentaram duras batalhas que estabeleceram oito recordes mundiais, igualando um outro.

Quatro nadadores, Phelps, Aaron Peirsol, Natalie Coughlin e Amanda Beard, irão defender seus títulos olímpicos, enquanto outros 26, incluindo a mais nova do elenco, Elizabeth Beisel de 15 anos, farão suas estréias nos Jogos Olímpicos.

Beard se classificou para sua quarta edição dos jogos, enquanto Dara Torres, que tem 41 anos e é mãe, participará de sua quinta Olimpíada. Entretanto, não houve lugar para o showman Gary Hall Jr.

A tentativa do nadador de 33 anos de se tornar o primeiro nadador a conseguir a vitória no mesmo evento em três edições dos Jogos, começou de maneira característica com o nadador aparecendo com um roupão vermelho, azul e branco. Hall terminou apenas em quarto na prova dos 50 metros.

Os holofotes, no entanto, pertencem a apenas um nadador.

Tendo estabelecido como meta para Pequim o recorde de Mark Spitz, que ganhou sete medalhas em apenas uma edição dos Jogos, Phelps deu seus primeiros passos ao se classificar para oito competições (cinco individuais e três revezamentos), o que dá condições para que o objetivo seja atingido.

As contribuições de Phelps irão ajudar e muito a determinar se o time masculino pode se tornar o melhor de todos os tempos, batendo o das Olimpíadas de 1976 em Montreal, que conseguiu 12 das 13 medalhas de ouro disponíveis.