7 de Agosto de 2008 / às 08:36 / em 9 anos

COI já fez 650 testes antidoping. Até agora, nenhum deu positivo

Por Karolos Grohmann

PEQUIM (Reuters) - O Comitê Olímpico Internacional já realizou 650 testes antidoping desde o início do período olímpico, sem nenhum resultado positivo até agora, disse o diretor médico do COI, Patrick Schamasch, nesta quinta-feira.

Na Olimpíada, os controles passam da Agência Mundial Antidoping (Wada) para o COI -- o que ocorreu em 27 de julho, data da abertura oficial da Vila Olímpica.

“Já fizemos cerca de 650 testes e não tivemos problemas por enquanto”, disse Schamasch a um grupo de repórteres.

Ele explicou que os exames, com amostras de sangue e de urina, são realizados em todos os locais de competição na Olimpíada, mas também em locais de treinamento em todo o mundo.

O COI fará cerca de 4.500 testes antidoping em Pequim, o maior número até hoje em Olimpíadas, em um esforço para debelar atletas que denigrem a imagem dos Jogos.

São mais de 10.500 atletas na Olimpíada. E agora as análises incluem um novo teste para o hormônio de crescimento humano (HGH), que em outros anos ainda não podia ser detectado.

O COI testará os cinco primeiros colocados de cada prova, em todas as competições, e vários outros que são escolhidos ao acaso. Além disso, serão solicitadas amostras a atletas que já despertam suspeitas, ou são indicados por oficiais técnicos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below