Borg aposta que Federer pode parar Nadal em Roland Garros

sábado, 7 de junho de 2008 11:50 BRT
 

Por Pritha Sarkar

PARIS (Reuters) - O ex-tenista Bjorn Borg acredita que Roger Federer tem a chance de acabar com o reinado de três anos de Rafael Nadal no Aberto da França, no domingo.

Federer, número 1 do mundo, e Nadal, o melhor jogador em quadras de saibro de sua geração, encontram-se pela terceira vez consecutiva na final de Roland Garros.

"Muitas pessoas dizem que ninguém pode vencer Nadal amanhã por causa da maneira que ele tem jogado. Mas eu acredito que Roger tem uma chance muito boa amanhã", disse Borg, vencedor de seis títulos do Aberto da França e pentacampeão em Wimbledon.

"Este é o melhor tênis que vi Roger jogar no saibro nos últimos três anos. Ele fez algumas mudanças este ano. Ele está bem mais paciente quando joga. Está mais agressivo".

"Ele está usando sua jogada de forehand de maneiras diferentes e acho que está mais confortável e confiante no saibro quando joga. É por isso que a final amanhã será muito interessante".

Até agora, Nadal parece ser imbatível, atropelando seus oponentes como um trator. Seu domínio tem sido tão grande que pelo segundo ano consecutivo ele chega à final do torneio sem ter perdido um set sequer.

Antes de sua apresentação de sexta-feira, na semifinal contra o terceiro cabeça-de-chave, Novak Djokovic, o espanhol havia perdido apenas 25 games --o menor número de games perdidos por um tenista que chegou à semifinal de qualquer torneio de Grand Slam.

Embora ninguém tenha chegado perto de derrotar Nadal no mais tradicional torneio jogado no saibro, onde ele tem o recorde de 27 vitórias e nenhuma derrota desde sua estréia em 2005, Borg afirmou que se alguém pode parar Nadal essa pessoa é Federer, já que o suíço sonha com o título de Roland Garros.   Continuação...

 
<p>Borg aposta que Federer pode parar Nadal em Roland Garros. O ex-tenista Bjorn Borg acredita que Roger Federer tem a chance de acabar com o reinado de tr&ecirc;s anos de Rafael Nadal no Aberto da Fran&ccedil;a, no domingo. 7 de junho. Photo by Pascal Rossignol</p>