Fina encerra investigação sobre Thorpe por falta de provas

quarta-feira, 7 de novembro de 2007 11:58 BRST
 

SYDNEY (Reuters) - A Federação Internacional de Natação (Fina) desistiu da investigação sobre o resultado de um exame antidoping do nadador australiano Ian Thorpe, após o campeão olímpico ter sido inocentado em seu país de qualquer irregularidade.

Thorpe foi investigado pela Autoridade Esportiva Antidoping da Austrália (Asada), após um exame realizado antes de sua aposentadoria no ano passado ter mostrado altos níveis de hormônios que são produzidos pelo corpo.

A Fina também lançou uma investigação própria sobre o caso, mas disse nesta quarta-feira que não há mais motivo para prosseguir após a Asada ter inocentando Thorpe em agosto por falta de provas.

"Não vamos continuar com o caso", disse o diretor-executivo da Fina, Cornel Marculescu, a jornais australiano desta quarta-feira. "Não há provas suficientes para prosseguir."

Thorpe, dono de cinco medalhas olímpicas de ouro, sempre declarou inocência, mas lamentou publicamente que o caso tenha manchado sua imagem e ameaçou processar quem o acusou.

A primeira investigação foi iniciado após um exame realizado fora de competição em maio de 2006, pouco após ele ter passado por uma cirurgia para reparar uma fratura na mão.

As substâncias encontradas em nível acima do normal foram testosterona e hormônio luteinizante, ambos produzidos naturalmente pelo corpo humano.

(Por Julian Linden)