Administradores colocam equipe Super Aguri à venda

quarta-feira, 7 de maio de 2008 15:52 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A equipe Super Aguri foi colocada à venda por seus administradores, depois de ter desistido do campeonato da Fórmula 1 por questões financeiras.

A empresa de administração PFK disse em um comunicado, nesta quarta-feira, que deseja "vender o negócio como uma participação contínua para uma empresa ou um indivíduo que queira lançar uma operação na Fórmula 1 ou em qualquer esporte automotivo".

"Várias manifestações de interesse já foram feitas", acrescentaram os administradores

A equipe japonesa, baseado na antiga fábrica da Arrows em Leafield, no centro da Inglaterra, desistiu de competir na terça-feira, depois do fracasso de um processo de aquisição e da recusa de seu patrocinador, a Honda, de continuar a mantê-los.

Fontes dizem que a Super Aguri devia cerca de 100 milhões à Honda, que lhe forneceu motores e suporte técnico depois da temporada de 2005.

Os atuais carros da equipe são uma versão dos usados pela Honda no ano passado e foram levados à fábrica da Honda em Brackley, depois do fim do grande prêmio da Espanha, em 27 de abril.

"Esta administração é uma oportunidade única de entrar no ramo do esporte automotivo, sem ter de começar uma operação do zero", disse o administrador Philip Long em comunicado.

"Em termos de capacidade, uma equipe nova poderia facilmente estar na temporada de 2009 da Fórmula 1".

Os contadores e conselheiros de negócios da PKF também liquidaram a Arrows, em 2003, e defenderam os interesses da falida Prost, em 2002.

(Reportagem de Alan Baldwin)