Romário e Schumacher recusam proposta para jogar em San Marino

terça-feira, 8 de julho de 2008 18:21 BRT
 

MILÃO (Reuters) - O ex-atacante Romário e o heptacampeão aposentado de Fórmula 1, Michael Schumacher, recusaram propostas para defender o clube de San Marino SS Murata na primeira fase classificatória da Liga dos Campeões, contra o Gothenburg, na próxima terça-feira.

No entanto, o zagueiro Aldair, de 42 anos, companheiro de Romário na conquista do tetracampeonato mundial com o Brasil em 1994, irá disputar a primeira partida classificatória.

"No dia 23 de maio, o pai de Romário faleceu e ele disse a Aldair que não achava certo deixar sua família para vir e jogar. É uma pena pois estávamos próximos deste sonho", disse o diretor esportivo do Murata, Denis Casadei, à imprensa italiana.

Casadei afirmou que o heptacampeão aposentado da Fórmula 1, Michael Schumacher, que joga futebol ocasionalmente em seu clube local FC Echichens, na Suíça, também recusou a proposta.

O Murata, que já ganhou títulos na pequena república próxima à costa adriática da Itália, contratou Aldair no ano passado para a campanha da Liga dos Campeões.

Entretanto, eles foram eliminados por 4 x 1 pelo clube finlandês Tampere United na primeira rodada das eliminatórias.

Romário, que também tem 42 anos, anunciou sua aposentadoria em abril, depois de uma carreira controversa na qual ele afirma ter feito mais de 1.000 gols.