Maradona se diz enojado com críticas a ex-treinador do México

terça-feira, 8 de abril de 2008 16:39 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Diego Maradona declarou apoio ao ex-treinador da seleção mexicana Hugo Sánchez e disse ter ficado enojado com a forma como se decidiu a saída dele da equipe.

Sánchez, cinco vezes artilheiro da liga espanhola, viu-se afastado no dia 31 de março pela Federação Mexicana de Futebol (FMF) depois de um vendaval de críticas devido aos maus resultados do time no pouco mais de um ano de trabalho.

"O que me enoja é que estejam fazendo dele um bode expiatório, isso me enoja sinceramente...", afirmou Maradona sobre a demissão de "Hugol" na semana passada.

"Hugo mostrou seu trabalho e sai com a cabeça erguida, apesar de não ter podido dar ao povo mexicano o que desejava. Hugo possui todo o meu respaldo", afirmou Maradona, em uma visita à cidade de Aguascalientes, na região central do México.

O evento decisivo para a saída de Sánchez foi o fato de a seleção mexicana não ter se classificado para os Jogos Olímpicos de Pequim.

Sánchez, 49 anos, também tinha prometido em novembro de 2006, quando assumiu o posto, conquistar a Copa de Ouro da Concacaf em 2007, mas ficou em segundo lugar após ser derrotado nas finais pelo maior rival do México na região, os EUA.

(Por Luis Rojas Mena)