8 de Agosto de 2008 / às 14:54 / 9 anos atrás

CURTAS-LeBron James diz que pode jogar no exterior

PEQUIM (Reuters) - O jogador da NBA LeBron James afirmou na sexta-feira que existe uma possibilidade de haver uma transferência para o exterior ao final de seu contrato com o Cleveland Cavaliers em 2010.

"Ao crescer você nunca pensa em outra liga além da NBA", disse James. "Mas as coisas estão mudando muito rápido e nunca se sabe. Haverá muitas oportunidades para mim em 2010 para decidir se quero ficar no Cleveland ou se quero ir para outro lugar".

"Se eu já imaginei isso? Não. É uma possibilidade? Sim".

Um colunista da Sports Illustrated escreveu neste mês que a equipe grega Olympiakos estava pensando em tentar convencer o ala de 2m03 a jogar na Europa.

MILITARES EM TRAJES DE GALA

Pelas ruas em torno do Estádio Nacional Olímpico, o Exército da China distribuiu soldados vestidos em trajes de gala (luvas brancas, sapatos pretos brilhantes e calças e paletós verde oliva). Espalhados a cada acesso de veículos, alguns deles não conseguiam disfarçar o desconforto de usar o traje debaixo de um calor que os obrigava a ter uma garrafa de água mineral por perto.

DESMAIO

O pugilista norte-americano Gary Russell Jr. ficará de fora da Olimpíada de Pequim depois de sofrer um desmaio durante sua luta para chegar ao peso limite de 54 quilos, disse o técnico da equipe, Dan Campbell.

Russell, de 20 anos, foi retirado da lista de competidores dos EUA antes do sorteio de sexta-feira para o torneio, que começa no sábado.

Após uma série de exercícios para tentar chegar ao peso, Russell foi encontrado inconsciente por seu colega Luis Yanez. Exames mostraram que sua condição não era séria, mas ele foi considerado não suficientemente saudável.

"Ele está agora descansando. Está bastante deprimido", disse Campbell.

QUESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA

Quando o italiano Daniele Momenti, que disputará a competição de caiaque, entrou no centro de língua chinesa da Vila Olímpica, ele estava preparado com o que considera a frase mais importante em chinês.

"Por favor, uma xícara de café", disse ele em um mandarim quase fluente em meio a um sorriso malicioso.

"Sou italiano e preciso de café para viver, então foi isso que eu precisei aprender a dizer" durante visitas anteriores à China, explicou.

O centro oferece instruções para a caligrafia chinesa, uma introdução para várias outras artes do país e, claro, aulas de chinês básico.

56 ANOS DEPOIS

Chisato Fukushima vai se tornar em Pequim a primeira japonesa em 56 anos a disputar os 100 metros rasos na Olimpíada, depois de Ayako Yoshikawa nos Jogos de Helsinque-1952.

Fukushima igualou o recorde nacional de 11s36 em abril para garantir o índice B e foi convocada em julho.

"Recebi essa chance, então se puder, quero ajudar na evolução do atletismo feminino quebrando o recorde japonês e passando da primeira fase", disse a velocista de 20 anos.

PORTA-BANDEIRA AMPUTADA

A nadadora sul-africana Natalie du Toit foi a porta-bandeira da delegação de seu país na abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim.

"Natalie era a escolha óbvia da equipe da África do Sul e sua indicação foi acolhida com pleno apoio pelos dirigentes em Pequim, disse o chefe da missão Hajera Kajee.

Natalie perdeu a perna esquerda, na altura do joelho, em acidente de moto em 2001, um ano após perder a vaga para os Jogos de Sydney. Três meses depois ela já estava de volta na água.

A sul-africana de 24 anos vai competir na prova de 10km em águas abertas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below