9 de Agosto de 2008 / às 13:09 / em 9 anos

CURTAS-Remo classifica Fabiana e Nocetti para 4as-de-final

PEQUIM (Reuters) - Fabiana Beltrame e Anderson Nocetti conseguiram avançar para as quartas-de-final do skiff simples do remo na Olimpíada, neste sábado.

Nocetti foi o segundo colocado de sua bateria, atrás do neozelandês tricampeão mundial Mahe Drysdale. A classificação de Fabiana foi mais sofrida. A remadora só avançou por ter feito o segundo melhor tempo entre as quartas colocações das eliminatórias.

“Ganhei o dia com o segundo lugar. Foi muito bom enfrentar o Drysdale”, disse Nocetti, que garantiu uma boa raia para as quartas-de-final (a dois ou a quatro), na próxima segunda-feira, com o tempo de 7m35s52 na classificação.

FICOU POR UM

Julio Almeida e Stenio Yamamoto foram eliminados neste sábado nas preliminares da competição de pistola de ar de 10 metros dos Jogos Olímpicos de Pequim.

Julio ficou fora da final por apenas um ponto -- somou 580 nas seis séries de 10 tiros no Centro de Tiro Esportivo da capital chinesa, ficando em 13o lugar.

O oitavo colocado e último classificado para a decisão foi o francês Walter Lapeyre, com 581 pontos. Stenio Yamamoto ficou em 43o, com 568 pontos.

LAMENTO

O Comitê Olímpico Internacional (COI) afirmou no sábado que lamenta o conflito entre Rússia e Geórgia na Ossétia do Sul, enquanto suas equipes marchavam na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos.

As forças russas enfrentaram as tropas georgianas na região georgiana de Ossétia do Sul, deixando o Ocidente alarmado. O presidente da região separatista disse que 1.400 pessoas foram mortas.

Cada lado culpava o outro pela luta na Ossétia do Sul, que se separou da Geórgia quando a União Soviética se aproximava do colapso no início da década de 1990, mas não tem reconhecimento internacional.

“Não é o que o mundo quer ver. É o contrário do ideal olímpico”, disse a porta-voz do COI, Giselle Davies, horas após a cerimônia de abertura, presenciada pelo primeiro-ministro russo Vladimir Putin.

DIA SAGRADO

A mídia estatal chinesa pediu um cessar-fogo entre a Rússia e a Geórgia no sábado, invocando a abertura “sagrada” dos Jogos Olímpicos de Pequim para pedir que os dois países parem de lutar. A bela cerimônia de abertura realizada pela China na sexta-feira foi ofuscada pelos confrontos militares.

“8 de agosto de 2008 foi um dia sagrado”, disse a agência de notícias oficial Xinhua, pedindo um cessar-fogo. “Com a abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim, o mundo entrou em um período olímpico... Durante esses dias especiais, o surgimento de confrontos armados na Ossétia do Sul é algo que as pessoas do mundo não querem ver”.

FRUSTRAÇÃO

O técnico da seleção feminina de vôlei da Rússia, o italiano Giovanni Caprara, fez críticas severas à sua equipe após a derrota na estréia para a Itália.

As russas, quatro vezes campeãs olímpicas, perderam por 3 sets a 1 e uma das jogadoras, Ekaterina Gamova, afirmou que o início do jogo tão cedo, às 10h (horário local), foi um fator importante para a derrota.

“Essa é a mentalidade na Rússia que eu tenho lutado contra, mas tenho lutado sozinho”, disse ele. “Como alguém pode dizer que perdeu porque jogamos às 10 da manhã? As italianas também estavam jogando às 10”.

“Não posso vencer contra essa mentalidade -- elas todas pensam assim”, completou, citando uma outra ocasião em que a equipe culpou o cansaço pela derrota.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below