9 de Maio de 2008 / às 12:59 / em 9 anos

"Sinto falta de ganhar", diz Lewis Hamilton

<p>'Sinto falta de ganhar', diz Lewis Hamilton. O piloto ingl&ecirc;s Lewis Hamilton, da McLaren, em entrevista coletiva. Hamilton disse que sentia falta de vencer e que pretendia voltar ao topo do p&oacute;dio na Turquia. 8 de maio. Photo by Karoly Arvai</p>

Por Alan Baldwin

ISTAMBUL (Reuters) - O piloto inglês Lewis Hamilton, da McLaren, disse na quinta-feira que sentia falta de vencer e que pretendia voltar ao topo do pódio na Turquia, no próximo fim de semana.

“Neste fim de semana, obviamente eu quero pontuar, mas quero ganhar. Sinto falta de ganhar, então este é o meu plano”, disse o piloto de 23 anos a jornalistas no circuito de Istambul Park.

“Eu já saboreei a vitória algumas vezes, e é para isso que estamos aqui. Estamos aqui para vencer”, acrescentou o inglês, que disputará apenas seu 22o grande prêmio, mas já tem cinco vitórias na carreira.

Hamilton ganhou quatro vezes no ano passado em uma sensacional temporada de estréia e por muito pouco não foi o campeão da categoria.

O inglês começou o ano de 2008 de forma impressionante e similar ao seu primeiro ano, vencendo a primeira corrida da temporada, na Austrália. Mas sofreu uma queda de rendimento antes de retornar ao pódio com um terceiro lugar no Grande Prêmio da Espanha, em 27 de abril.

A Ferrari, que tem o atual campeão Kimi Raikkonen no topo da tabela com nove pontos de vantagem sobre Hamilton, ganhou as últimas três corridas e é favorita para a prova em Istambul.

O brasileiro Felipe Massa, companheiro de Raikkonen na Ferrari, venceu as últimas duas provas na Turquia, conquistando também a pole position.

Hamilton deixou claro que não toma nada por certo, dizendo: “Nunca chego em uma corrida pensando que sou o favorito. Isto realmente não faz diferença”.

“Felipe ganhou as últimas duas corridas aqui, mas estamos aqui para colocar um fim nisso. Eu acredito muito. Acredito na minha equipe e em minhas habilidades. Não tenho dúvidas de que poderemos vencer”, acrescentou o britânico.

“Embora falar seja mais fácil que fazer, eu acho que neste fim de semanas temos boas chances.”

Hamilton disse que foi encorajado por seu desempenho em Barcelona, com o carro ficando mais rápido no decorrer do fim de semana.

“O melhor foi que conseguimos pressioná-los (Ferrari) até o fim da corrida”, disse.

“Não diria que foi um alívio, mas foi um impulso de confiança para toda a equipe, inclusive para mim. Sabemos que ainda temos um projeto muito forte e que ele está perto.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below