Federer busca o ouro no sombrio horizonte de Pequim

sexta-feira, 8 de agosto de 2008 22:25 BRT
 

Por Martyn Herman

PEQUIM (Reuters) - Uma disputa de ouro entre Roger Federer e Rafael Nadal desponta no sombrio horizonte de Pequim no início da disputa do torneio de tênis, no domingo.

O suíço Federer, força dominante do tênis nos últimos cinco anos, lidera uma lista de atletas de nível semelhante aos de um Grand Slam com sérias questões para responder a respeito de sua forma.

Nadal, que vai substituir Federer no posto de número um do mundo no dia seguinte à final -- independentemente do resultado de Pequim --, não tem o mesmo tipo de preocupação, a despeito da ano desgastante e do calor como o de uma sauna que o espera neste torneio.

A Sérvia emerge como uma força no tênis, realçada por Novak Djokovic, terceiro cabeça-de-chave e, principalmente, no feminino, em que Ana Ivanovic e Jelena Jankovic, que se tornará a número um do mundo na segunda-feira, são as primeiras pré-classificadas.

A Rússia também está bem servida, apesar da ausência de Maria Sharapova, com a número três do mundo Svetlana Kuznetsova, que joga em seu tipo favorito de piso, o que a torna maior esperança de seu país.

Muitos acreditam que as norte-americanas Venus e Serena Williams vão voltar para casa com ouro em sua sacola de raquetes.

"Eu adoro competir por meu país", disse Serena, cabeça-de-chave número quatro, campeã por duplas, com sua irmã Venus, em Sydney-2000, ano em que Venus também levou o ouro na disputa individual.

"De todos os meus troféus, o meu favorito é a minha medalha olímpica de ouro."

 
<p>O su&iacute;&ccedil;o Roger Federer leva a bandeira de seu pa&iacute;s na cerim&ocirc;nia de abertua dos Jogos Ol&iacute;mpicos de Pequim. Em vias de perder o posto de n&uacute;mero um do mundo, o tenista vai em busca do ouro em torneio de alto n&iacute;vel. Photo by Kai Pfaffenbach</p>