Ministro diz estar certo de desempenho superior a Atenas-2004

sexta-feira, 8 de agosto de 2008 11:13 BRT
 

Por Marcelo Teixeira

PEQUIM (Reuters) - O ministro dos Esportes, Orlando Silva, afirmou nesta sexta-feira estar certo de que a equipe olímpica brasileira vai conseguir na China um desempenho superior ao que foi registrado nos Jogos de Atenas, em 2004, quando o Brasil conquistou cinco medalhas de ouro.

"Eu tenho certeza de que vai ser melhor do que Atenas, que já foi o melhor desempenho na história", afirmou o ministro à Reuters, na embaixada do Brasil em Pequim, onde acompanhou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os Jogos de Atenas registraram, de fato, o maior número de medalhas de ouro que o Brasil já conquistou em uma Olimpíada, mas o total de medalhas, 10, foi inferior a Sydney-2000, quando o time olímpico levou 12 medalhas, e a Atlanta-1996, o recorde no total de medalhas até agora, com 15.

No quadro de medalhas, cuja classificação é decidida pelas medalhas de ouro, a participação de Atenas foi a melhor do Brasil na história das Olimpíadas.

"A preparação foi muito bem feita, foi criteriosa. A aclimatação também aconteceu como foi planejado, então acho que está tudo no caminho para um ótimo desempenho", disse o ministro.

Orlando Silva minimizou os problemas de última hora enfrentados pelo time olímpico, como o corte de Erika Miranda (judô) e de Juliana (vôlei de praia), assim como o problema no time de handebol masculino, com o afastamento de um jogador por doping.

"Estive na Vila Olímpica ontem (quinta-feira) e a sensação geral é de muita confiança", afirmou.

Vários brasileiros iniciam suas competições na sexta-feira, entre eles Diego Hypólito, na ginástica, Thiago Pereira e Joana Maranhão, na natação, e Denílson Lourenço, na categoria até 60 kg do judô, além da seleção feminina de vôlei e das duplas do vôlei de praia.