Jogadores do Levante dão ultimato por salários atrasados

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008 19:24 BRST
 

MADRI (Reuters) - Os jogadores do Levante, lanterna do Campeonato Espanhol, com apenas 13 pontos em 22 jogos, deram um ultimato nesta sexta-feira, afirmando que tomarão atitudes na semana que vem se o clube espanhol não saldar as dívidas que tem com o plantel.

"Guardamos silêncio até agora, mas a situação ficou insustentável", disseram os jogadores em uma nota lida em entrevista coletiva.

"Esperamos chegar a uma solução satisfatória antes da partida contra o Osasuna (em 16 ou 17 de fevereiro). Confiamos na boa fé dos dirigentes, mas se não chegarmos a um acerto ... deveremos tomar todas as medidas que considerarmos necessárias", disseram os atletas.

Os jogadores afirmaram que o clube deve entre 60 e 80 por cento das suas receitas por contrato da temporada passada e aproximadamente 85 por cento dos pagamentos pela atual.

"Existem casos extremos como o congelamento dos ativos dos jogadores ou o bloqueio das contas de banco", diz a nota.

O Levante enfrenta graves problemas financeiros devido ao aumento do seus gastos, as receitas estão abaixo das esperadas por causa da venda de direitos de transmissão das partidas e atraso da venda do seu estádio.

O treinador italiano Giovanni de Biase declarou que teme pelo futuro do Levante.

"É uma situação difícil e perigosa que ameaça a continuidade do clube", afirmou.

"O ânimo dos jogadores foi golpeado fortemente. Não é fácil trabalhar nessa situação, mas estamos fazendo o que podemos, com dignidade e honra", acrescentou.

(Reportagem de Simon Baskett)