Na seleção feminina, Luxemburgo e Zico são exemplos de tática

quinta-feira, 10 de abril de 2008 11:30 BRT
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Se a seleção brasileira de futebol feminino vencer Gana na repescagem deste mês e se classificar para a Olimpíada de Pequim, alguns técnicos como Vanderlei Luxemburgo e Zico poderão celebrar uma pontinha de participação.

O Palmeiras, treinado por Luxemburgo, é um dos principais exemplos apresentados pelo técnico da seleção, Jorge Barcellos, para as jogadoras que se preparam na Granja Comary para o decisivo jogo do dia 19 de abril, na capital chinesa. O clube turco Fenerbahçe, que tem Zico como técnico, e o inglês Chelsea também podem dar uma forcinha para a classificação brasileira.

"Claro que utilizamos algumas jogadas do futebol masculino para que a gente possa adequá-las ao futebol feminino, e vem dando certo", disse Barcellos à Reuters, em entrevista na quarta-feira em Teresópolis (RJ).

"Aqui no Brasil, o Palmeiras é uma equipe muito certa, o time vem jogando muito bem. Lá fora você tem o Chelsea, o Fenerbahçe, do Zico, também, então você tem várias equipes que a gente utiliza os vídeos de jogadas do masculino e tenta implantar aqui", acrescentou o treinador, cuja equipe terá de disputar a repescagem olímpica após ter perdido o Sul-Americano de 2006 para a Argentina.

Com a equipe concentrada desde 19 de março -- exceto cinco jogadoras que atuam no exterior e se juntam ao time na Europa no domingo, incluindo a craque Marta -- Barcellos teve bastante tempo para apresentar e treinar jogadas ensaidas na seleção.

Num jogo-treino na quarta-feira contra uma equipe da baixada fluminense, diversas cobranças de faltas e escanteios foram realizadas conforme observado pelo treinador em partidas masculinas e depois adaptadas para as meninas.

"Todo treinador quando vê um jogo de futebol ele vai analisar o que acontece durante o jogo, o que pode ser aproveitado lá na frente no seu sistema. O treinador tem que ter essa criatividade", afirmou Barcellos.

A seleção feminina joga no esquema 3-5-2 desde o ano passado, quando foi ouro no Pan-Americano do Rio de Janeiro e vice-campeã mundial na China. Durante as partidas, o time pode variar para o 4-4-2, com a líbero passando a atuar de volante. O sistema pode ser comparado ao implantado por Luxemburgo no Palmeiras, que tem o volante Pierre às vezes atuando como terceiro zagueiro.   Continuação...

 
<p>A zagueira da sele&ccedil;&atilde;o brasileira Aline Pellegrino durante treino da equipe em Teres&oacute;polis (RJ), na quarta-feira. A equipe se prepara para enfrentar Gana numa repescagem que vale vaga para os Jogos de Pequim, em agosto. Photo by Sergio Moraes</p>