Dunga quer evitar catimba e discussões nas eliminatórias

terça-feira, 9 de outubro de 2007 19:45 BRT
 

Por Brian Homewood

TERESÓPOLIS (Reuters) - O técnico da seleção brasileira, Dunga, quer que sua equipe não se envolva em catimba nem em pequenas discussões durante as eliminatórias para a Copa do Mundo.

O Brasil, única equipe que jogou todas as 18 Copas do Mundo, inicia a campanha para se classificar para o Mundial de 2010 contra a Colômbia, no domingo.

Os brasileiros recebem o Equador no Rio de Janeiro três dias depois do começo da série de 18 partidas que levará dois anos e envolverá turno e returno na América do Sul.

"Nós não devemos entrar em discussões ou usar catimba, o Brasil não sabe fazer essas coisas", afirmou Dunga jornalistas. "Nós apenas temos de jogar futebol."

Embora o Brasil tenha se classificado tranquilamente para a Copa do Mundo de 2006, a equipe teve dificuldades no início das eliminatórias sul-americanas.

O time perdeu seis jogos nas eliminatórias para o Mundial de 2002 e também teve tropeços na competição classificatória para a Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos, perdendo para a Bolívia na altitude.

"As dificuldades são diferentes de qualquer outra competição e você tem de estar pronto para isso", declarou Dunga. "Você está jogando uma partida na qual o país inteiro está preparado para enfrentar o Brasil."

"Você pode ser vaiado no aeroporto, mas você tem de estar preparado para jogar", acrescentou ele. "Os jogadores brasileiros gostam de um desafio. Quanto maiores forem as dificuldades, eles crescem."