Sogra de técnico dos EUA está em estado crítico após ataque

sábado, 9 de agosto de 2008 23:31 BRT
 

Por Lucy Hornby

PEQUIM (Reuters) - A sogra do técnico da seleção masculina de vôlei dos Estados Unidos, ferida em um ataque em Pequim, sofreu ferimentos graves no ataque e está em situação crítica, mas estável após oito horas de cirurgia, informou o Comitê Olímpico dos EUA (Usoc).

Um chinês matou a facadas Todd Bachman, sogro do treinador, em um local turístico de Pequim no sábado, além de ferir Bárbara. Em seguida ele se suicidou, ofuscando o primeiro dia de competições dos Jogos.

A filha deles, Elisabeth Bachman McCutcheon, que disputou a Olimpíada de Atenas pela seleção feminina de vôlei dos EUA, é casada com o neo-zelandês Hugh McCutcheon, técnico da equipe masculina. Ela estava com seus pais no momento do ataque mas não foi ferida, disse o Usoc.

Um guia turístico chinês também foi ferido no ataque por um homem que, segundo a polícia, não tinha residência fixa nem emprego, mas que viajou para Pequim em 1o de agosto depois de sair de Hangzhou.

Tang Yongming, 47, atacou os três pouco depois do meio-dia na Torre do Tambor, no centro de Pequim. Ele morreu depois de se atirar da torre, disse a polícia.

Ataques a estrangeiros são raros em Pequim, sede dos Jogos Olímpicos de 2008. A polícia disse que o guia turístico está fora de perigo.

De acordo com o Usoc, os Bachmans não estavam usando nada que os identificassem como partes de membros da equipe norte-americana.

A seleção masculina de vôlei dos EUA vai estrear no domingo contra a Venezuela, sem o seu técnico, já que ele acompanha a sogra. A equipe feminina jogou algumas horas depois de saber do acontecido, derrotando o Japão.