Companheiras de Marion Jones em revezamentos perdem medalhas

quinta-feira, 10 de abril de 2008 17:58 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - As companheiras de equipe de Marion Jones pagaram o preço pelo consumo de substâncias proibidas por parte da ex-atleta norte-americana ao perderem nesta quinta-feira as medalhas que haviam ganhado nas provas de revezamento dos Jogos Olímpicos de Sydney em 2000.

O conselho de diretores do Comitê Olímpico Internacional (COI) determinou que as seleções norte-americanas que conquistaram o outro na prova de 4x400 metros e o bronze na prova de 4x100 metros nos Jogos de Sidney percam suas medalhas, depois que Jones admitiu haver se dopado.

A atleta confessou que havia feito uso de esteróides em 2000.

"Será pedido ao Comitê Olímpico dos Estados Unidos que seja devolvidas as medalhas e os certificados", disse em uma coletiva de imprensa Giselle Davies, porta-voz do COI.

"O COI tem consciência de que as outras três atletas pagaram o preço por culpa de Marion Jones", acrescentou.

Jones, a primeira mulher a ganhar cinco medalhas em Jogos Olímpicos -sendo três de ouro-, havia perdido suas medalhas por doping.

Jearl Miles-Clark, Monique Hennagan e LaTasha Colander participaram da prova de 4x400 metros com Jones, enquanto Chryste Gaines, Torri Edwards e Nanceen Perry conseguiram o terceiro lugar com a atleta na prova de 4x100 em Sidney.

A Comissão Executiva do COI ainda tem que decidir a quem correspondem as medalhas de Jones e de suas companheiras de equipe, acrescentou Davies.

(Reportagem de Nick Mulvenney)