Hackett vê rivais sob pressão para impedir seu tri olímpico

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007 11:52 BRST
 

SYDNEY (Reuters) - O nadador australiano campeão olímpico Grant Hackett acredita que a pressão para impedi-lo de fazer história nos Jogos Olímpicos de Pequim, no ano que vem, cairá sobre seus adversários mais jovens.

Hacket, eleito o melhor nadador do mundo em 2005, tentará se tornar o primeiro homem a vencer a mesma prova individual de natação em três edições das Olimpíadas quando entrar na piscina para os 1.500 metros livre na China.

O australiano ficou invicto nesta prova por mais de uma década, até sua surpreendente derrota no Mundial deste ano em Melbourne, mas acredita que o revés em casa terá um lado positivo para os Jogos.

Hackett afirma que a pressão de vencer em Pequim não está mais sobre seus ombros e transferiu a responsabilidade para seus rivais mais novos, o polonês Mateusz Sawrymowicz e o sul-coreano Park Tae-hwan.

"As pessoas dizem que há muita pressão pela terceira medalha de ouro, mas para dizer a verdade isso não acontece. É divertido, estou aproveitando", disse Hackett a repórteres nesta segunda-feira.

"Me sinto muito mais confortável neste momento da minha carreira, com a experiência que tenho e pela forma que estou aproveitando o esporte. Já venci uma Olimpíada antes. Não sinto que eu tenha que provar alguma coisa."

Hacket não esteve em boa forma no Mundial, terminando em terceiro lugar nos 400m, atrás de Park, e em sétimo nos 1.500, atrás de Sawrymowicz, mas rapidamente ele voltou ao velho ritmo.

Ele está confiante em vencer tanto os 400m quanto os 1.500m em Pequim, e acredita que seus adversários estarão pressionados para repetir seus melhores desempenhos dentro de uma Olimpíada.

"Eles estarão lá pela primeira vez, então a pressão está realmente sobre eles", disse Hackett.

(Por Julian Linden)