Kitajima quebra o recorde dos 100m peito e leva ouro

segunda-feira, 11 de agosto de 2008 00:59 BRT
 

Por Alan Baldwin

PEQUIM (Reuters) - O japonês Kosuke Kitajima arrasou o recorde mundial dos 100 metros peito na segunda-feira e se tornou o primeiro nadador a garantir a medalha de ouro da prova em dois Jogos Olímpicos seguidos

Kitajima, que venceu tanto os 100 quanto os 200 metros peito na Olimpíada de Atenas-2004, registrou o tempo de 58s91 para superar a marca anterior de 59s13 alcançada em 2006 pelo campeão mundial, o norte-americano Brandan Hansen.

O campeão europeu Alexander Dale Oen, que quebrou duas vezes o recorde olímpico nas eliminatórias, ficou com a prata ao bater com 59s20, garantindo à Noruega sua primeira medalha olímpica na natação.

O francês Hugues Duboscq, medalha de bronze em Atenas, novamente terminou em terceiro com 59s37, à frente de Hansen.

"Foi perfeito. Foi a prova ideal. Eu estava ansioso por essa Olimpíada há muito tempo", disse Kitajima.

"Com todo o respeito a Dale Oen. Dessa vez eu bati primeiro, mas em outro dia poderia ter sido ele. Ele é uma grande ameaça para mim. Eu me senti especial em Atenas, e me sinto especial de novo".

Hansen, que ficou em segundo atrás do nadador asiático em Atenas em uma das maiores rivalidades daqueles Jogos, cumprimentou o adversário.

"Era definitivamente preciso mostrar o melhor jogo hoje para conquistar uma medalha, e esses três caras que me derrotaram fizeram isso", disse Hansen.

"Os recordes mundiais estão sendo batidos como se fosse a coisa mais fácil do mundo de fazer, e não é. Foi fantástico, todos nadando rápido".

"Não estou surpreso com Kitajima, ele é realmente rápido. Eu disse a ele que foi fantástico".

 
<p>O japon&ecirc;s Kosuke Kitajima comemora no Cubo D'&Aacute;gua, o recorde mundial e o ouro nos 100m nado de peito, em Pequim. Photo by Jason Reed</p>