Hamilton continua confiante apesar de erro em Montreal

terça-feira, 10 de junho de 2008 12:51 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - Lewis Hamilton disse que sua confiança permanece inabalada apesar do erro cometido na saída do pit-lane que tirou ele próprio e o rival Kimi Raikkonen, da Ferrari, do Grande Prêmio do Canadá, no domingo.

O piloto de 23 anos da McLaren perdeu a liderança do Mundial de Fórmula 1 e ainda perderá 10 posições no grid de largada da próxima corrida, na França, como punição por ter batido na traseira de Raikkonen na saída dos boxes.

"Isso não vai fazer diferença", disse Hamilton, de acordo com jornais britânicos desta terça-feira. "Isso não abalou minha confiança. Não estou frustrado", disse.

"Não vou precisar de um dia para me recuperar ou coisa assim. Eu estarei de pé e treinando de olho no futuro em Magny-Cours."

O britânico acertou a traseira da Ferrari de Raikkonen na saída do pit-lane do circuito Gilles Villeneuve, no domingo, quando o finlandês estava parado diante do sinal vermelho na saído dos boxes.

A luz estava acesa porque o safety car estava na pista, enquanto o Force India de Adrian Sutil era removido da pista após ter sofrido problema mecânico.

Raikkonen disse depois da corrida que a batida era inexplicável e estúpida.

"A regra é imbecil", disse Hamilton ao Daily Express.

"Estamos numa corrida, como pode haver uma luz vermelha no fim do pit-lane? Mas essa é a regra e eu aceito. Eu começo dez posições atrás na próxima corrida, é um pouco severo, eu não quis atrapalhar ninguém."

Hamilton estava liderando a corrida até que entrou no box e provocou o acidente, permitindo ao piloto polonês Robert Kubica, da BMW Sauber, vencer a prova e abrir quatro pontos de vantagem na liderança do campeonato.

 
<p>O piloto de F&oacute;rmula 1 da McLaren, Lewis Hamilton, na garagem da equipe ap&oacute;s colis&atilde;o com Kimi Raikkonen, da Ferrari, durante o Grande Pr&ecirc;mio de Montreal, no Canad&aacute;. Hamilton disse que sua confian&ccedil;a permanece inabalada apesar do erro cometido na sa&iacute;da do pit-lane. Photo by Pool</p>