Vermelho pode influenciar árbitros e beneficia atletas--estudo

segunda-feira, 11 de agosto de 2008 03:06 BRT
 

Por Belinda Goldsmith

PEQUIM (Reuters) - Vermelho deve ser mais que apenas uma cor da sorte para os atletas chineses competindo na Olimpíada de Pequim.

Um estudo descobriu que escolher vermelho para o uniforme em esportes competitivos pode afetar a capacidade dos árbitros que precisam tomar decisões em milésimos de segundo. Ou mesmo levar a um julgamento tendencioso.

Vermelho, para os chineses, traz boa sorte. E é a cor de itens que vão desde lanternas a vestidos de casamento.

Agora os psicólogos Norbert Hagemann, Bernd Strauss e Jan Leissing, da Universidade de Muenster, na Alemanha, descobriram que juizes do taekwondo tendem a marcar mais pontos para o competidor vestido de vermelho do que para aquele vestido de azul.

O estudo, publicado na edição de agosto da "Psychological Science", foi realizado pelos pesquisadores a partir de 42 juizes de taekwondo assistindo a vídeos de competidores de vermelho e de azul.

Os dois conjuntos de vídeos eram idênticos, mas as cores eram trocadas na segunda passada, e o atleta de vermelho parecia estar usando azul e vice-versa.

Depois de cada passada, os juizes foram instados a marcar os pontos de cada competidor, vermelho ou azul.

Os psicólogos disseram que os competidores de vermelho receberam em média de 13 por cento mais pontos. E os pontos pareciam aumentar quando o atleta de azul era transformado digitalmente em vermelho.

"As decisões dos juizes 'subiam' em pontos quando os atletas tinham mais ou menos o mesmo nível -- só havia menos influência das cores quando um deles era claramente superior ao outro", disseram os pesquisadores.

"Apesar de ainda precisarmos pesquisar mais no futuro, inclusive com estudos sobre efeitos das diferentes cores, nossos resultados já sugerem a necessidade de mudança de regras ou de providenciar equipamentos eletrônicos para ajudar juizes de esportes que possam ter decisões influenciadas por cores."