Espanhol é preso após doping na Volta da França de ciclismo

sexta-feira, 11 de julho de 2008 20:12 BRT
 

Por Julien Pretot

AURILLAC, França (Reuters) - O ciclista espanhol Manuel Beltran, da equipe Liquigas, foi preso pela polícia francesa nesta sexta-feira depois do anúncio de que ele havia obtido resultado positivo para a substância eritropoetina (EPO) no teste anti-doping da Volta da França, disseram autoridades.

"A Amaury Sport Organisation (ASO) já entrou em contato com a Liquigas para informar que o ciclista Manuel Beltran teve resultado positivo no anti-doping", disse um executivo organizador do Tour à Reuters.

O exame positivo de Beltran, o primeiro do tour neste ano, mostrou traços da estimulante sanguínea eritropoetina (EPO), disse a Agência Francesa Anti-doping.

Beltran era o vigésimo sexto na classificação geral do Tour depois da sétima etapa entre Brioude e Aurillac nesta sexta-feira.

"Manuel Beltran foi detido para ser questionado", disse um porta-voz da polícia de Aurillac, que já havia feito uma inspeção nas acomodações da Liquigas no Hotel des Voyageurs.

O diretor da equipe Roberto Amadio disse à ASO que Beltran, de 37 anos, irá ser retirado da corrida. Mesmo assim, a equipe italiana sofrerá uma punição na competição.

"Estamos chocados e prontos para tomar as medidas mais severas se a amostra 'B' vier positiva", disse Amadio de acordo com uma nota da Liquigas.

A nota acrescenta que a Liquigas iria retirar Beltran da equipe imediatamente se a amostra B for positiva.

Os organizadores, embora desapontados com os acontecimentos do dia, ressaltaram que o sistema certo está em vigência para descobrir usuários de drogas.

"O laço está apertando nos trapaceiros", disse a ASO em um comunicado. "A organização aprecia a eficiência do sistema feito pela AFLD."