HERÓI DO DIA-Lezak salva Phelps na batida final

segunda-feira, 11 de agosto de 2008 11:58 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Jason Lezak protagonizou a recuperação mais incrível até o momento da natação no Cubo D'Água de Pequim para manter viva a esperança do compatriota Michael Phelps de conquistar o recorde de oito medalhas de ouro na Olimpíada de Pequim.

O nadador, que fechou o revezamento 4x100 metros livre dos EUA, caiu na água em segundo lugar com uma desvantagem considerável para o ex-recordista mundial Alain Bernard, da França, mas foi fantástico nos 50 metros finais e garantiu o ouro para seu país, apenas 0s08 à frente dos franceses, com direito ao recorde mundial.

Phelps, que abriu a prova para os EUA, vibrou como nunca após o desempenho de Lezak, que salvou sua tentativa de bater o recorde de sete medalhas de ouro estabelecido pelo também nadador norte-americano Mark Spitz nos Jogos de 1972.

O ouro do revezamento foi o segundo de Phelps em Pequim. Ele tem mais seis provas pela frente no Cubo D'Água.

HEROíNA

Ao conquistar a primeira medalha do Brasil nos Jogos de Pequim, a judoca Ketleyn Quadros, bronze na categoria leve (até 57 quilos), tornou-se a primeira atleta do país a conquistar uma medalha olímpica em competições individuais femininas em toda a história dos Jogos.

O bronze de Ketlyn, de apenas 20 anos e estreante em Jogos Olímpicos, também é o primeiro do judô feminino do país em Olimpíadas.

Sua medalha, somada ao bronze conquistado pouco depois por Leandro Guilheiro, ajudou o judô a empatar com a vela como as modalidades que mais medalhas olímpicas conquistaram para o país, com 14.