Sedes da Eurocopa 2008 minimizam preocupação com terrorismo

sexta-feira, 12 de outubro de 2007 14:26 BRT
 

ZURIQUE (Reuters) - Chefes de segurança minimizaram nesta sexta-feira reportagens sobre ameaças terroristas contra a Eurocopa de 2008, no segundo dia de um encontro em Zurique

Martin Jaeggi, chefe das operações de segurança na Suíça para o campeonato que acontecerá em junho de 2008, disse que a recente prisão três pessoas na Áustria não pode ser considerada com uma real ameaça ao torneio. Um dos três suspeitos foi libertado por falta de provas.

A polícia disse que não houve indícios de atividade terrorista e não há qualquer acusação apresentada contra eles.

"Aparentemente, a Eurocopa de 2008 foi mencionada durante conversas desses supostos extremistas, mas não de uma maneira que deve ser encarada com seriedade", disse Jaeggi à Reuters.

"Em contrapartida, foi bom recebermos essa informação para que possamos esclarecer a situação", acrescentou.

Jaeggi negou insinuações de que um tumulto na capital da Suíça, Berna, neste sábado tenha refletido o mal estado de preparação da polícia para o torneio europeu de seleções.

Mais de duas dúzias policiais ficaram feridos após manifestantes esquerdistas aparecerem em um protesto com chancela oficial do direitista Partido do Povo Suíço.

O encontro ocorreu em frente ao parlamento, próximo do local que sediará os jogos durante a campeonato europeu de 2008.

(Por Mark Ledsom)