Especulações pressionam Alonso no GP de Interlagos

sexta-feira, 12 de outubro de 2007 12:30 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Especulações sobre o futuro de Fernando Alonso na Fórmula 1 estão pressionando o piloto que se prepara para lutar pelo seu terceiro título consecutivo na próxima semana no Brasil.

A temporada que se encerra no autódromo de Interlagos pode ser a última aparição do espanhol pela McLaren, apenas 17 corridas depois de ter feito sua estréia com a equipe em março.

O piloto de 26 anos, vencedor nos dois últimos campeonatos com a Renault, está cada vez mais em desacordo com a equipe que ele acusou de favorecer o novato companheiro, e líder do campeonato, Lewis Hamilton.

Essa desavença chamou a atenção da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), que decidiu esta semana designar um supervisor especial para garantir tratamento igual no Brasil.

Quatro pontos atrás de Hamilton, de 22 anos, Alonso pode ainda ser o primeiro piloto a vencer títulos consecutivos com diferentes escuderias desde o argentino, já falecido, Juan Manuel Fangio, em 1957.

Seu futuro é mais complicado. O espanhol está contratado pela McLaren por pelo menos mais um ano, que já indicou, no entanto, que manterá o contrato até o fim desta temporada.

"No momento, não há nada comprometendo qualquer diálogo em absoluto", disse o chefe da equipe, Ron Dennis, no mês passado, durante o Grande Prêmio do Japão.

"O que vemos são especulações e pessoas que querem contribuir para um processo que desestabilize a escuderia ou desfoque os pilotos."

Alonso e Dennis conversam apenas o suficiente desde agosto, quando o espanhol apresentou emails que foram usados como prova em um caso de espionagem que custou à McLaren a perda de todos os pontos no mundial dos construtores e uma multa de 100 milhões de dólares.

(Por Alan Baldwin)

 
<p>Especula&ccedil;&otilde;es sobre o futuro de Fernando Alonso na F&oacute;rmula 1 est&atilde;o pressionando o piloto que se prepara para lutar pelo seu terceiro t&iacute;tulo consecutivo na pr&oacute;xima semana no Brasil. Photo by Kim Kyung-Hoon</p>