Caso de doping contra Totti é descartado na Itália

sexta-feira, 12 de outubro de 2007 15:49 BRT
 

MILÃO (Reuters) - Um possível caso de doping contra o atacante da Roma Francesco Totti foi descartado, informou nesta sexta-feira a federação italiana.

Um comunicado no site da entidade afirmou que a Corte Federal de Justiça tinha decidido pelo arquivamento do caso depois de um pedido da unidade anti-doping do Comitê Olímpico Italiano.

O texto não deu detalhes sobre a possível infração cometida por Totti, mas a agência de notícias italiana ANSA afirmou que o jogador de 31 anos tinha chegado atrasado para um exame de doping em 13 de maio.

A segunda filha dele, Chanel, nasceu nesse dia, o que poderia ser uma razão para ele se atrasar para o exame.

Sob as regras, as autoridades anti-doping tinham de investigar o caso.

A divulgação do comunicado chocou a Itália, apesar do fato de a investigação ter sido arquivada. Se novos indícios surgirem, o caso pode ser reaberto.

Totti, que marcou 26 gols no Campeonato Italiano na temporada passada e eleito Chuteira de Ouro na Europa, é um dos mais habilidosos jogadores italianos.