Tailândia prepara segurança para receber tocha olímpica

sábado, 12 de abril de 2008 13:20 BRT
 

BANCOC (Reuters) - A Tailândia irá tomar as medidas necessárias para garantir que o revezamento da tocha olímpica em Bancoc ocorra de maneira segura e tranquila na próxima semana, afirmou neste sábado Noppadon Pattama, ministro do Exterior, acrescentando que a política não tem lugar nos Jogos.

Jornais informaram que a embaixada chinesa solicitou ao governo tailandês que aumente as medidas de segurança para defender a passagem da tocha pelo país de possíveis protestos em favor do Tibet durante o revezamento em 19 de abril.

"Um protesto pacífico pode ser feito de acordo com a Constituição", afirmou Noppadon em um comunicado.

"As autoridades tailandesas tomarão as medidas necessárias para garantir que o revezamento da tocha olímpica seja feito tranquilamente na Tailândia. A Tailândia acredita que política não deveria ser ligada aos Jogos Olímpicos."

Cerca de 100 ativistas são esperados para protestar ao longo da rota do revezamento, cada um deles carregando um cartaz com o nome de um dissidente tibetano preso durante a crise no mês passado, informou o jornal Nation.

A tocha olímpica, que viaja sob o slogan "acenda a paixão, compartilhe o sonho", visitará 21 cidades pelo mundo e todas as províncias chinesas, incluindo o Tibet, antes de chegar à cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim, em 8 de agosto.

Centenas de ativistas, raivosos com a intervenção da China no Tibet e com seus conhecidos casos de violação dos direitos humanos, tentaram interromper a passagem da tocha por Londres na última semana.

No mês passado, um pequeno grupo de ativistas pró-Tibet tentou impedir que a tocha chegasse ao estádio Atenas, onde seria entregue a oficiais chineses, mas eles não conseguiram e foram retirados rapidamente por policiais gregos.

(Reportagem de Arada Therdthammakun)