Medalha de Phelps o coloca na galeria dos maiores campeões

terça-feira, 12 de agosto de 2008 01:24 BRT
 

Por Alan Baldwin

PEQUIM (Reuters) - Michael Phelps levou o ouro nos 200m livre, terça-feira, para entrar na galeria dos grandes campeões olímpicos ao igualar o recorde de nove títulos na carreira.

O norte-americano chegou ao terceiro ouro e ao terceiro recorde mundial em três dias de disputa nos Jogos de Pequim e se juntou a seus compatriotas Carl Lewis e Mark Spitz, ao finlandês Paavo Nurmi e à ginasta soviética Larysa Latunina no topo da lista dos maiores campeões olímpicos de todos os tempos.

Phelps, recordista mundial dos 200m livre e buscando uma marca sem precedentes de oito medalhas de ouro em uma única Olimpíada, está literalmente fora da vista de seus rivais no Cubo D'Água.

Ele terminou a prova com um corpo de vantagem, chegando com 1m42s96 -- quebrou seu recorde mundial em inacreditáveis 0s90. O sul-coreano Park Tae-hwan ficou com a prata e o norte-americano Peter Vanderkaay, com o bronze.

Aos 23 anos, Phelps ganhou seu primeiro ouro no estilo livre, depois do sucesso no borboleta e no medley. Agora é também o primeiro nadador a conquistar cinco títulos individuais.

Para Phelps, depois dos 100 metros foi "água aberta": "Estando na raia de fora, até então os outros não podiam me ver."

"Sei que Park poderia ser forte nos últimos 50 metros e por isso eu tinha que me manter focado e concentrado."

Spitz, cujo recorde de sete ouros em uma única Olimpíada parece incrivelmente perto de ser quebrado pelo fenômeno de Baltimore -- que ainda tem cinco provas --, venceu cinco revezamentos e quatro ouros individuais em sua carreira.   Continuação...