Peirsol consegue raro bicampeonato nos 100m costas

terça-feira, 12 de agosto de 2008 02:07 BRT
 

Por Derek Parr

PEQUIM (Reuters) - Aaron Peirsol tornou-se o primeiro homem desde o alemão Roland Matthes a defender com sucesso o título olímpico dos 100 metros costas, pulverizando o próprio recorde mundial em uma performance incrível, nesta terça-feira. Peirsol, duas vezes campeão olímpico de costas em 2004, assumiu o comando na perna de retorno no Cubo D'Água e disparou para vencer com quase meio segundo na frente de seu compatriota Matt Grevers.

Peirsol, depois de deixar a liderança das eliminatórias para Greevers e para o australiano Hayden Stoeckel nas semifinais, guardou forças para a grande final.

O britânico Liam Tancock pulou na frente de forma perigosa, mas Peirsol, meio segundo atrás, estava tranquilo e passou fácil, para terminar em 52s54, baixando em 0s35 a marca mundial que ele havia registrado em 1o. de julho nas seletivas americanas -- 52s89.

Grevers chegou à prata com 53s11. No bronze, um pouco comum empate: Stoeckel e o russo Arkady Vyachanin marcaram 53s11.

"Eu fiquei um pouco surpreso e um pouco aliviado e feliz", disse Peirsol. "Não é todo dia que você se sente assim. Você certamente nunca se acostumará com isso."

Grevers, o mais rápido nas eliminatórias, disse que estava satisfeito com sua medalha.

"Foi uma das melhores coisas, queríamos a dobradinha o tempo todo", disse Grevers.

Peirsol tem dominado o nado de costas masculino nesta década, vencendo tanto nos 100 como nos 200 metros em dois Mundiais e em Atenas, em 2004.

Matthes, da Alemanha Oriental, conquistou os 100 e os 200 metros costas em 1968 e 1972.