August 12, 2008 / 11:02 AM / 9 years ago

Cristiane marca 3 e Brasil avança como líder do grupo no futebol

3 Min, DE LEITURA

<p>Atacante Cristiane chuta de bicicleta para marcar o 2o gol do Brasil na vit&oacute;ria por 3 x 1 sobre a Nig&eacute;ria, nesta ter&ccedil;a-feira, nos Jogos de Pequim. Photo by Ceerwan Aziz</p>

PEQUIM (Reuters) - Com três gols de Cristiane, a seleção brasileira de futebol venceu a Nigéria de virada, por 3 x 1, nesta terça-feira, e se classificou para as quartas-de-final da Olimpíada de Pequim em primeiro lugar do grupo, o que pode colocar o atual campeão Estados Unidos como próximo adversário.

O Brasil, vice-campeão mundial e olímpico, terminou a primeira fase como líder do Grupo F, com sete pontos, o mesmo que a Alemanha, que bateu a Coréia do Norte por 1 x 0. As brasileiras tiveram um saldo de gols melhor.

Como líder do grupo, a equipe enfrentará o segundo colocado do Grupo G, posição ocupada por enquanto pelos EUA que, após duas rodadas, tem três pontos, três a menos que a Noruega. Brasil e EUA fizeram a final da Olimpíada de Atenas, em 2004, com vitória norte-americana na prorrogação, por 2 x 1.

Após começar muito mal o jogo contra as nigerianas, no Estádio dos Trabalhadores, em Pequim, as brasileiras viraram com três gols de Cristiane ainda no primeiro tempo e, depois do intervalo, apenas administraram a vantagem.

Marta, eleita pela Fifa nos últimos dois anos a melhor jogadora do mundo, teve uma atuação apagada.

O técnico Jorge Barcellos fez duas mudanças em relação ao time que venceu a Coréia do Norte por 2 x 1, no sábado. A goleiro Andréia Suntaque foi substituída por Bárbara e Ester entrou no lugar de Formiga, que foi poupada por causa de dor na virilha.

<p>Cristiane do Brasil faz gol durante a partida contra a Nig&eacute;ria em Pequim REUTERS. Photo by Ceerwan Aziz</p>

E Bárbara foi exigida logo aos 9 minutos, num chute colocado de fora da área que a brasileira defendeu bem. Quatro minutos depois, a goleira errou uma saída de bola e defendeu um chute pela esquerda.

De tanto insistir, a Nigéria marcou seu gol primeiro. Aos 19 minutos, Perpetua Nkwocha abriu o placar de pênalti, após Rosana cometer falta dentro da área.

O Brasil, com muita dificuldade de armar as jogadas até então, virou a partida em menos de dois minutos, com dois gols da atacante Cristiane, que havia reclamado por ter sido substituída no jogo contra as norte-coreanas.

Aos 33 minutos, Rosana ganhou uma dividida pela esquerda e cruzou na cabeça de Cristiane, que empatou o jogo. Logo depois, as brasileiras pressionaram e a bola sobrou para a atacante. Quase já fora da área, ela deu uma bicicleta que encobriu a goleira nigeriana: 2 x 1.

Já nos acréscimos, Cristiane marcou seu terceiro gol no jogo e o terceiro do Brasil. Ela recebeu passe de Maicon na marca do pênalti e empurrou para as redes de perna direita.

No segundo tempo, a Nigéria começou melhor, ficando mais no campo de ataque, porém sem ameaçar muito a seleção, que administrava o resultado.

Texto de Tatiana Ramil, Edição de Pedro Fonseca

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below