Tiago Camilo garante terceiro bronze do judô em Pequim

terça-feira, 12 de agosto de 2008 08:36 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Atual campeão mundial e medalha de prata em Sydney-2000, Tiago Camilo conquistou nesta terça-feira a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim, a terceira do judô e do Brasil na Olimpíada.

Com essa medalha, o judô passa a ser a modalidade com mais medalhas olímpicas para o país, com 15, superando a vela, que tem 14.

O judoca, um dos favoritos ao ouro na categoria meio-médio (até 81 quilos), se emocionou bastante com a conquista e chorou depois da vitória sobre o holandês Guillaume Elmont na decisão do bronze.

Elmont, derrotado pelo sul-coreano Jaebum Kim em uma das semifinais, desistiu do combate após ser imobilizado por Camilo. O brasileiro já tinha vantagem de wasari na luta quando conseguiu a imobilização.

Durante a luta contra o holandês, Camilo sentiu um problema na mão esquerda. Ele já havia sofrido uma lesão no dedinho da mão direita em Pequim.

Melhor judoca do Mundial do Rio, no ano passado, Tiago Camilo iniciou sua campanha em Pequim com uma vitória sobre o japonês Taksahi Ono, com um wazari e dois yukos. Na segunda luta, contra o iraniano Hamed Mohammadi, o brasileiro venceu por ippon.

Mas, no terceiro combate, o inesperado: perdeu do alemão Ole Bischof, que também conseguiu um ippon.

Já na repescagem, passou pelo norte-americano Travis Stevens com um koka de vantagem, e depois venceu o britânico Euan Burton com um wazari.

Tiago Camilo foi prata nos Jogos de Sydney, em 2000, na categoria até 73 quilos, aos 18 anos, e não se classificou para Atenas-2004.

(Texto de Tatiana Ramil, Edição de Pedro Fonseca)

 
<p>Riago Camilo durante luta contra Takashi Ono, do Jap&atilde;o. Photo by Kim Kyung-Hoon</p>