Handebol feminino perde e diz que "precisa amadurecer"

quarta-feira, 13 de agosto de 2008 01:21 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A seleção brasileira feminina de handebol deu indícios no início do jogo de que poderia causar grandes problemas para a tricampeã mundial Rússia, mas acabou tendo um fraco segundo tempo e perdeu por 28 a 19, na quarta-feira, na terceira partida pelos Jogos Olímpicos.

"Precisamos amadurecer. Quando estivermos na frente do placar, temos que abrir mais gols de vantagem", disse a ponta Alexandra.

A equipe brasileira começou muito forte e manteve-se sempre próxima no placar, chegando a empatar o jogo em 10 x 10, aos 27 minutos do primeiro tempo.

As russas conseguiram mais dois gols no final da etapa e foram ao vestiário vencendo por 12 x 10. No segundo tempo, o Brasil apresentou muitas falhas na defesa e a Rússia passou a ditar o ritmo.

Com boas saídas de contra-ataque, as campeãs mundiais em 2001, 2005 e 2007 passaram então a dominar o jogo e não tiveram dificuldades para fechar em 28 x 19.

"No primeiro tempo estava tudo dando certo. A gente não sabe explicar, mas contra equipes muito fortes temos uma pane de 10 minutos e acabamos tomando muitos contra-ataques. Depois fica difícil correr atrás", avaliou Alexandra.

A artilheira da partida foi a russa Irina Poltoratskaya, com seis gols. Pelo Brasil, Alexandra fez cinco.

Com o resultado, a Rússia soma cinco pontos e lidera o Grupo B. O Brasil tem apenas 1 ponto graças ao empate com a Hungria no segundo jogo, e sua situação para se classificar às quartas-de-final se complicou. A equipe ainda joga com a Coréia do Sul e com a Suécia.

O treinador da equipe brasileira, Juan Oliver Coronado, ainda tenta fazer o time encaixar o seu padrão de jogo. "Temos uma média de 28 gols por jogo e não estamos conseguindo fazer isso aqui. Vamos estudar pra ver o que acontece."

 
<p>A goleira Chana Masson, do Brasil, n&atilde;o consegue defender o tiro da russa Elena Polenova durante partida vencida pela R&uacute;ssia. Photo by Mikhail Voskresenskiy</p>