Sullivan ganha batalha de recordes nos 100m livre

quarta-feira, 13 de agosto de 2008 01:45 BRT
 

Por Derek Parr

PEQUIM (Reuters) - Eamon Sullivan, da Austrália, retomou para si o recorde mundial dos 100 metros livre, arrebatado pelo francês Alain Bernard alguns minutos antes, na semifinal olímpica, nesta quarta-feira.

Bernard terminou a primeira semifinal em 47s20, baixando em 0s04 a marca alcançada por Sullivan na primeira perna do revezamento 4x100m livre, na segunda-feira.

Mas Sullivan agarrou o recorde de volta, nadando na segunda semifinal em 47s05, indo para a final de quinta-feira com o melhor tempo.

"Eu me senti ótimo, senti como se não tivesse gastado muita energia no começo e me senti bem na segunda volta", disse Sullivan. "Fui muito bem."

O holandês Pieter van den Hoogenband, em busca de um inédito terceiro título sucessivo nos 100m livre, terminou em segundo, atrás de Sullivan, com 47s68, conseguindo o terceiro melhor tempo.

Jason Lezak, cuja incrível volta final ajudou a vitória americana de segunda-feira no revezamento, mantendo vivo o sonho de Michael Phelps de conquistar oito medalhas de ouro em Pequim, fez o sexto melhor tempo, com 47s98.

"Recordes não importam muito, tudo que interessa são as medalhas", disse Sullivan.

"Isso me deu confiança. Eu sei que posso nadar minha prova mesmo sob pressão."

Bernard disse: "O que Sullivan fez foi uma grande resposta para o meu recorde, mas o principal aqui é a classificação (para a final)."

 
<p>Eamon Sullivan, da Austr&aacute;lia, comemora depois de quebrar recorde na semi-final dos 100 metros livre. Photo by Jason Reed</p>