13 de Agosto de 2008 / às 11:26 / em 9 anos

Ouro na ginástica, chinesas escapam de armadilhas sobre idade

Por Pritha Sarkar

PEQUIM (Reuters) - Primeiro, as jovens ginastas da China derrotaram os Estados Unidos para chegar ao ouro por equipes feminina da ginástica artística. Depois, as chinesas passaram também por “testes” no interrogatório promovido por um grupo de jornalistas.

A famosa equipe de seis ginastas da China, com Cheng Fei, He Kexin, Jiang Yuyuan, Li Shanshan, Yang Yilin e Deng Linlin, mal acabava de colocar seu ouro no pescoço quando teve de encarar a enxurrada de questões sobre sua idade, se realmente estão dentro do determinado (16 anos) pela Federação Internacional de Ginástica (FIG) para participar de Mundiais e Olimpíadas.

A escolha de He, Jiang e Yang para estes Jogos tem sido questionada pela mídia dos Estados Unidos.

Gravações de entrevistas online parecem sugerir que o trio pode ter quebrado as regras da FIG, que determinam que as atletas devem ter ao menos 16 anos no fim do ano olímpico.

Pergunta: “He, você está sabendo que as pessoas acham que você é mais nova (tem menos que 16 anos)? E o que tem a dizer sobre isso?”

Resposta: “Minha idade verdadeira é 16 anos. Não me importa o que as pessoas dizem. Quero que todos saibam que tenho 16.”

Pergunta: “Deng, eu também queria saber que animal do zodíaco chinês você é?”

Resposta: “Macaco”.

A resposta combina com sua data de nascimento, de 21 de abril de 1992.

Pergunta: “He, você pode nos contar suas lembranças sobre seu aniversário de 15 anos? Você estava em casa, ou com as outras ginastas? Você pode nos falar sobre esse dia especial?”

Resposta: “Estava com minha equipe. Foi um dia comum, eu não fui pra casa. Normalmente a gente não vai para casa no dia do nosso aniversário -- apenas comemoramos entre a gente.”

A entrevista coletiva seguiu e as meninas não caíram em nenhuma das armadilhas.

Caso alguém ainda não estivesse satisfeito com as respostas, o técnico Lu Shanzhen acrescentou: “Você pode checar com o Comitê Olímpico Internacional e com a Federação Internacional de Ginástica. Todos os nossos registros são feitos dentro da lei. Você também pode procurar na Internet ou mesmo checar com o Ministério de Segurança Pública da China.”

Com apenas algumas questões sobre a primeira medalha de ouro olímpica na ginástica artística feminina da China, sobrou para o técnico Lu descrever exatamente como sua equipe alcançou o topo, superando as campeãs mundiais norte-americanas. Em Atenas-2004, as romenas foram ouro -- e agora ficaram com o bronze.

“No passado, nossas ginastas normalmente não treinavam muito, mas também competiam muito pouco para fazer bonito nos maiores campeonato internacionais”, ele disse aos repórteres.

”Neste ciclo olímpico, fizemos grandes mudanças, constantemente enviando ginastas para torneios no exterior, assim como em campeonatos nacionais. Nossa equipe de seis meninas também é resultado de competições internas. Elas têm de mostrar sua força, atuando sempre de forma muito competitiva e agarrando suas chances.

“Certamente estou entusiasmado por esta ser uma Olimpíada na China e nós termos ganhado a medalha mais importante.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below