Bélgica e Holanda se candidatam a sede da Copa do Mundo de 2018

quarta-feira, 14 de novembro de 2007 19:25 BRST
 

BRUXELAS (Reuters) - Os países do Benelux --Bélgica, Holanda e Luxemburgo-- notificaram a Fifa oficialmente nesta quarta-feira sobre o seu interesse de organizar a Copa do Mundo de 2018.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, se reuniu com os presidentes das federações belga e holandesa e o chefe da candidatura, Alain Courtois, que esteve no comando da organização da Eurocopa de 2000 pelo lado belga.

"Não existem fronteiras entre os nossos países ... Vocês se lembram que organizamos com sucesso a Euro 2000", disse Courtois, deputado belga, à Fifa durante a reunião.

Blatter deixou claro que a Fifa não é favorável a novas candidaturas conjuntas. Apenas uma das 18 Copas do Mundo teve dois países-sede: a de 2002, disputada na Coréia do Sul e no Japão.

"Nós nos apresentamos explicitamente como apenas um candidato, e não com dois comitês de organização distintos", disse Jeu Sprengers, presidente da associação de futebol holandesa, no site da organização.

Todas as partidas seriam disputadas na Bélgica e na Holanda e o papel de Luxemburgo seria de receber um congresso da Fifa.

Ao contrário dos outros dois países-sede, a seleção de Luxemburgo não seria automaticamente classificada para a fase final do mundial.

A Fifa vai se pronunciar sobre o Mundial de 2018 em 2011.