Brasil busca empate na Colômbia e consegue, 0 X 0

domingo, 14 de outubro de 2007 22:34 BRST
 

Por Mario Andrada e Silva

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O primeiro passo da Seleção Brasileira em busca da Copa do Mundo de 2010, o seu sexto título, foi um empate 0 X 0 fora de casa, contra a seleção da Colômbia, no estádio El Campin, em Bogotá. Por tudo o que fez no jogo e pelas substituições que o técnico Dunga fez durante o jogo, o Brasil deixou claro ter ido buscar o resultado que trouxe da Colômbia.

Preocupado certamente com os efeitos da altitude, 2.640 m de Bogotá, o time brasileiro, que jogou com o uniforme azul, cadenciou tanto o jogo que o empate, antes de ser um bom resultado no campo adversário, foi uma conseqüência óbvia da estratégia brasileira em campo.

"Acho que está de bom tamanho. Valeu pelo espírito de luta e pela marcação", disse Júlio César, após a partida, prometendo muito mais para o segundo jogo do Brasil nas eliminatórias, quarta-feira, contra o Equador, no Maracanã.

Após uma partida onde o Brasil teve dois chutes a gol enquanto a Colômbia, apesar de ter forçado o jogo durante todo o tempo, não fez muito mais que isso.

Nas poucas jogadas mais incisivas dos colombianos, o goleiro Julio César foi seguro, o que faz dele o brasileiro que mais participou de lances decisivos na partida.

O Brasil teve que esperar 45 minutos extras antes de entrar em campo para o primeiro dos 18 jogos que garantem uma participação na Copa do Mundo da África do Sul em 2010. Uma forte chuva desabou sobre a capital colombiana cerca de vinte minutos antes do jogo. O temporal foi tão intenso que o juiz paraguaio Carlos Amarilla decidiu postergar o inicio do jogo por 45 minutos até que o campo pudesse estar menos encharcado.

O Brasil passou a maior parte do primeiro tempo da partida em El Campin tentando acalmar o jogo e o ímpeto da seleção local.

"Estamos encontrando dificuldade", disse Ronaldinho Gaúcho no intervalo. "Temos que botar o jogo no nosso ritmo", falou o craque do Barcelona. A estratégia da seleção brasileira de poupar energias na primeira metade da partida para minimizar o desgaste provocado pela altitude fez com que a correria dos colombianos parecesse superioridade técnica.   Continuação...