Argentina derrota Chile, e Brasil enfrenta Colômbia às 19h

domingo, 14 de outubro de 2007 16:23 BRST
 

Por Brian Homewood

RIO DE JANEIRO(Reuters) - Juan Roman Riquelme converteu duas cobranças de falta e deu à Argentina vitória de 2 x 0 sobre o Chile no início das eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo de 2010, mas foi ofuscado pelo zagueiro venezuelano José Manuel Rey, que marcou uma cobrança de falta de um ângulo improvável e deu à sua seleção vantagem sobre o Equador.

Nas outras disputas da rodada, o Peru empatou sem gols em casa com o Paraguai, e o Uruguai massacrou uma desanimada Bolívia por 5 x 0.

O Brasil visita a Colômbia às 19h (horário de Brasília) para completar a primeira das 18 rodadas na competição de dois anos, em que as dez seleções da região disputam entre si dentro e fora de casa.

O técnico argentino, Alfio Basile, apostava em Riquelme, que não atua por seu clube espanhol Villareal nesta temporada, desde que se desentendeu com o técnico Manuel Pellegrini.

Em sua primeira partida desde a derrota argentina para o Brasil por 3 x 0 na Copa América, em julho, Riquelme retribuiu Basile com estilo em Buenos Aires.

Depois do Chile fazer um belo início de jogo, Riquelme abriu o placar aos 27 minutos com uma bola curva no campo superior direito do gol adversário. Dezoito minutos mais tarde, ele marcou novamente com um chute no mesmo ângulo, mas de uma posição mais difícil.

As esperanças chilenas terminaram quando o defensor Cristian Alvarez foi expulso por se chocar com Javier Mascherano aos nove minutos da segunda etapa.

"As pessoas podem pensar o que quiserem sobre Riquelme. Quando o escolhi, sabia que ele vinha treinando bem", disse Basile. "Um jogador de seu nível não vai esquecer como se joga futebol."