May 15, 2008 / 12:26 PM / 9 years ago

Líder do ranking mundial, belga Henin dá adeus às quadras

3 Min, DE LEITURA

Por Darren Ennis

BRUXELAS (Reuters) - A tenista número um do mundo, Justine Henin, anunciou nesta quarta-feira que irá se aposentar do tênis mundial com efeito imediato.

"Esse é o fim de uma aventura maravilhosa, mas é algo que venho pensando a bastante tempo", disse a belga em uma entrevista coletiva.

Henin, que ganhou sete torneios do Grand Slam na carreira, era esperada para defender seu título de Roland Garros ainda neste mês, mas ao invés disso, resolveu deixar as quadras com a idade de apenas 25 anos.

"Estou saindo como a número um do mundo e isso é importante. É sempre melhor parar no auge", disse Henin, que ganhou 41 títulos desde que se tornou profissional em 1999.

Ela também se tornou a primeira mulher a deixar o esporte enquanto estava no topo do ranking.

"Eu tenho conduzido minha carreira baseada em uma emoção mas não sinto mais essa emoção desde (o último campeonato do ano passado em) Madri", disse Henin, cuja última partida foi uma derrota para Dinara Safina na terceira rodada do torneio de Berlim na semana passada.

"Em Madri senti que cheguei no clímax de minha carreira. Tinha pensado em parar por um tempo, mas no fim, achei que isso não fosse a decisão certa.

"Decidi, enquanto voltava de Berlim, parar agora. Saio sem nenhum arrependimento e sei que é a decisão certa.

Henin se tornou a primeira belga a ganhar um Grand Slam com seu triunfo em Roland Garros em 2003, e apesar de ter sofrido diversos distúrbios durante a carreira, não deixou que isso afetasse seu desempenho nas quadras.

Vencedora de quatro torneios de Roland Garros, dois Abertos dos Estados Unidos e um Aberto da Austrália, Henin nunca venceu um Torneio de Wimbledon, mas a vontade de ganhar o Grand Slam disputado na Inglaterra não é grande o bastante para que ela prolongue sua carreira.

O número um do tênis masculino, Roger Federer, com quem Henin já foi comparada, ficou surpreso com o anúncio da tenista.

"Obviamente é um choque para o mundo do tênis", Federer disse em uma entrevista coletiva depois de uma partida no Masters de Hamburgo.

"É uma grande surpresa antes de Roland Garros e Wimbledon, torneio que ela nunca ganhou. É uma surpresa triste que ela não jogará mais, mas ela tem seus motivos".

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below